Com o avanço e sucesso das redes sociais as organizações acabam por deixar de lado a sua página na web. As redes sociais mesmo usadas de forma correta (como usar as redes sociais já é outro assunto) não substituem o poder de um site exclusivo. Ao abordar os líderes de instituições diversas recebo várias vezes respostas que mais servem como desculpas para a atual situação do site da empresa. Que por sua vez nunca existem ou estão tão defasados e desatualizados que não funcionam ou tem informações muito antigas.

O que acontecerá quando seu potencial cliente entrar em seu site e ele não conseguir navegar entre as páginas, se sua identidade visual não aparecer, se ele procurar sua empresa no Google e ela não tiver ao menos um endereço on-line, se ao acessar seu endereço e telefone estiverem desatualizados ou ilegíveis por ele estar acessando do celular e você tem um site de 2005 desenvolvido em “flash”? Como você acha que vai ser a reação desse “pretendente” ao averiguar esses problemas? Com certeza não será nada boa. E provavelmente ele irá entrar em contato com outra empresa concorrente em questão de segundos.

Agora que você já viu que esse assunto não apenas um “clichê”…

Seu site é a porta de entrada principal dos negócios da sua empresa no maior canal de informação e interação do planeta, ele deve ser desenvolvido estrategicamente para que o acesso termine em um contato do seu público com você. Seja através das redes sociais, de e-mail, das malas-diretas, de cartões de visitas, de folders, dos outdoors, dos papéis timbrados em orçamento, de sites de busca ou de aplicativos de mapas, esses canais tem algo em comum: todos levam seu “pretendente” consumidor para acessar o seu site.

Como fazer isso…

Para que seu site não seja uma mera obrigação e se torne um “gasto” ao invés de um investimento é necessário contar com profissionais que vão fazer essa ferramenta trabalhar na melhor forma possível e dentro das proporções do seu negócio. As falhas mais comuns nesse meio é a contratação de amadores para o desenvolvimento da aplicação, que não possuem ideia da importância desse canal. Assim, encontramos sites que estão defasados porque não se encaixam no perfil da empresa ou porque estão aquém do que deveriam, pois foram desenvolvidos sem nenhum tipo de planejamento, o que o torna uma frustração dupla por parte dos clientes e por parte da empresa.

Contar com profissionais com experiência e com a capacidade de identificar a melhor forma de abordar o conteúdo exposto faz toda a diferença no desenvolvimento de seu site e no sucesso da aplicação. Quando o site é desenvolvido como proposto por esses profissionais você economiza e consegue transformar em um canal para a abertura de relacionamentos para novos clientes.

Sempre contrate profissionais, melhor investir no certo do que “economizar” no duvidoso.

Quem pode desenvolver…

Ainda não conhece quem desenvolva para sua empresa um site profissional? Entre em contato com a Agência Proceder para fazer um projeto. Não esqueça que o site necessita muito mais que um layout responsivo (adaptável para celulares e diferentes tamanhos de dispositivos) e um belo projeto, é importante acompanhar e analisar os resultados de acessos, bem como manter atualizados as informações fixas ou novos posts regularmente.

Fique ligado, em breve mais informações para melhorar seu marketing.